#PraCegoVer: um movimento pela acessibilidade

É muito provável que você já tenha visto a hashtag #PraCegoVer nas descrições de imagens na internet. Mas você sabe realmente o que ela é e para que serve? Atualmente, existem cerca de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual e, dentre elas, 585 mil são totalmente cegas. Grande parte dessa comunidade usa redes sociais, mas nem sempre é capaz de entender tudo que é publicado. 

Imagine, por exemplo, uma pessoa com deficiência visual sendo impactada por este post:

Para ele, decifrar do que trata essa legenda #amorincondicional é um total exercício de adivinhação. Não há nenhuma informação que dê pista do que se trata. 

Agora veja esse mesmo post com a legenda para cegos.

Percebeu a diferença? Para uma pessoa com deficiência visual, a descrição da imagem é fundamental para que ela tenha acesso completo à informação.

Para Simone Freire, fundadora da Espiral Interativa e do Movimento Web para Todos, há uma evolução perceptível em relação à acessibilidade: “Existe um avanço, em grande parte pela Lei Brasileira de Inclusão – criada em 2016, traz um artigo que obriga a acessibilidade de sites e aplicativos de todas as organizações que tenham presença no Brasil. Ela nos ajuda a aumentar a consciência, mesmo que seja respaldada por uma lei”.

A criação da hashtag #PraCegoVer foi uma iniciativa de Patrícia Braille, coordenadora de educação especial no estado da Bahia e especialista em acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Sua intenção é disseminar a acessibilidade na internet, utilizando como princípio a audiodescrição, ou seja, a criação de uma legenda rica em detalhes para que uma pessoa com deficiência visual consiga saber qual é o conteúdo apresentado.

Para Simone, a importância da hashtag é o poder de mobilização e conscientização da sociedade: “Hoje, as redes sociais têm a função de descrição de imagem oculta de forma automática, mas nós, como movimento, indicamos o uso da hashtag sempre”.

Nós, do Grupo Steno, também fazemos questão de usar esse recurso em nossas redes sociais, e acreditamos que por meio de gestos como esses podemos fazer a diferença e criar uma sociedade inclusiva. 

Se você gostou da iniciativa e quer se engajar nesse movimento, aqui vai um tutorial de como criar legendas adequadas para esse modelo de descrição.

Como criar uma boa descrição

Para ter uma boa legenda de imagem, existem alguns passos importantes:

  1. Coloque a hashtag #PraCegoVer no início da descrição
  2. Especifique o tipo de imagem: fotografia, ilustração, tirinha etc
  3. Comece a explicar da esquerda para a direita ou de cima para baixo
  4. Se a fotografia não estiver colorida, informe. Exemplo: fotografia em preto e branco
  5. Fale a cor das roupas e/ou dos objetos 
  6. Seja objetivo e direto
  7. Comece pelos pontos menos importantes e só depois conte o elemento mais importante
  8. Ao final, adicione um “Fim da descrição”