Libras no discurso da posse: um sinal de acessibilidade

Aqui no Brasil, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) é tão importante que é considerada a segunda língua oficial do país. Assim como os sistemas de closed caption e de audiodescrição, a interpretação de áudios e vídeos por meio de Libras permite que os conteúdos audiovisuais sejam acessíveis para pessoas com deficiência.

Nesta semana, a primeira-dama Michelle Bolsonaro usou a Libras de maneira inédita ao fazer seu discurso na cerimônia de posse do novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. A atitude surpreendeu quem acompanhava o evento e gerou repercussão entre a imprensa e a comunidade surda.

Em sua mensagem, ela se dirigiu diretamente às pessoas surdas sinalizadas. “Gostaria de modo muito especial de dirigir-me à comunidade surda, às pessoas com deficiência e a todos aqueles que se sentem esquecidos: vocês serão valorizados e terão seus direitos respeitados. Tenho esse chamado no meu coração e desejo contribuir na promoção do ser humano”, afirmou.

Vale lembrar que as únicas pessoas não contempladas pela mensagem foram os surdos oralizados, que falam normalmente e conseguem entender o que está sendo dito através da leitura labial. Em geral, eles não se comunicam através de Libras e não conseguem entender o que é falado se não forem seguidas determinadas condições.

 

Os intérpretes

Michelle é intérprete de Libras, uma profissão regulamentada pela Lei nº 12.319/2010. É válido lembrar que a Libras só foi estabelecida como língua oficial a partir de uma lei de 2002.

Além de saber quais são os gestos a serem feitos com as mãos, para se comunicar em Libras é necessário entender as estruturas gramaticais e conseguir combinar as frases. O aprendizado é equivalente a estudar outro idioma. Após realizar um curso, é preciso ter contato direto com as pessoas que conversam dessa maneira.

Para trabalhar com Libras, é necessário possuir uma certificação da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos, com validade de dois anos, aproximadamente. Após esse tempo, é preciso realizar outros cursos de aperfeiçoamento para se atualizar.

 

No Grupo Steno, temos o nosso próprio estúdio para fazer as gravações, inaugurado em 2017. É um espaço moderno, com todo o equipamento necessário, para cumprirmos com cada vez mais qualidade a nossa missão de entregar acessibilidade.

Caso queira entrar em contato, basta enviar um email para steno@steno.com.br ou ligar para +55 (11) 3747-0100.