Acessibilidade nas redes: como o Closed Caption é colocado nos vídeos da internet

Se as redes sociais se tornaram absurdamente populares, as plataformas de vídeos e streaming vão pelo mesmo caminho. Por todos os lados, vemos pessoas grudadas em seus smartphones assistindo a vídeos no YouTube — notícias, trapalhadas de gatos, clipes da banda favorita e por aí vai.

Mas e quem tem deficiência auditiva, como fica? Como tornar acessíveis os vídeos que todos adoramos ver? A resposta é: por meio da legendagem oculta, ou Closed Caption (CC). Assim como acontece em programas de TV e filmes no cinema, o recurso existe para que ninguém perca nada.

Aqui no blog, já explicamos em detalhes como funciona a legendagem oculta — leia neste texto. Trata-se da inserção de uma legenda para registrar tudo o que é falado no vídeo e também descrever sons de fundo. Na TV, o CC pode ser ativado pelo botão do controle remoto. No YouTube, é possível ativar a legenda pelo ícone que fica na barra de rolagem do vídeo; no Facebook, caso o vídeo ofereça o recurso, ele entra automaticamente com o conteúdo.

A legenda oculta é útil não somente para pessoas com deficiência auditiva, mas para quem está em ambientes barulhentos ou com restrição de som. É por isso que, em 2018, o Grupo Steno, especialista em criar esse tipo de legenda para programas ao vivo ou gravados, começou a realizar o serviço também para conteúdos de internet.

 

Como funciona?

O processo de legendagem para vídeos de internet é bem parecido com o da TV ou do cinema. Em primeiro lugar, há o processo de transcrição, ou seja, um estenotipista escreve tudo o que foi falado ou comunicado por meio de sons, operando uma máquina que consegue escrever palavras inteiras em milésimos de segundo.

O segundo passo é a edição. Nessa etapa, o texto é sincronizado com a imagem e o som. Em seguida, a revisão é realizada para garantir que a legenda esteja impecável. Só então ela é enviada para o cliente em um arquivo no formato de cada plataforma, YouTube ou Facebook.

Caso haja trechos em inglês ou em espanhol, nós também cuidamos da tradução para o português. O prazo total de realização do serviço pode variar de 48 a 72 horas, dependendo da extensão do vídeo.

Já para as transmissões ao vivo, a dinâmica é diferente. Um estenotipista do Grupo Steno é disponibilizado para criar a legenda em tempo real. Ou seja, no momento em que ocorre a transmissão, o profissional estará transformando tudo o que é falado em texto, digitando de 150 a 200 palavras por minuto.

Se você precisa transformar conteúdo em Closed Caption e se interessou pelo nosso serviço, é só entrar em contato conosco para obter mais informações. Envie um e-mail para steno@steno.com.br ou ligue para +55 (11) 3747-0100.